Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio recebe milhares de devotos

Mesmo com o frio, os fiéis peregrinaram até o Santuário dedicado a Nossa Senhora de Caravaggio, em Nova Veneza

Para celebrar a data de sua aparição a jovem camponesa de nome Joaneta, em 1432, o Santuário Diocesano viveu neste domingo, dia 26, o ápice da sua 73ª romaria e festa em honra a padroeira.

A programação iniciou logo cedo com a acolhida dos peregrinos e a celebração da Santa Missa. Ainda pela manhã, uma transladação motorizada com a imagem de Nossa Senhora partiu do Hospital São José, em Criciúma. Acolhida com uma chuva de rosas, a imagem da padroeira foi conduzida até o Santuário para a Santa Missa presidida pelo Bispo Dom Jacinto Inacio Flach, e concelebrada pelo reitor, padre Joel Sávio e dezenas de outros padres.

Em sua homilia, Dom Jacinto destacou as diversas expressões de fé do povo e que o momento é uma festa do céu na terra. “As peregrinações e tantas outras demonstrações são sinais vivos do amor de Deus, herdeiros da vida eterna e de uma festa no céu que não tem fim”, disse o bispo diocesano. Neste domingo, a Igreja também celebra a Solenidade da Santíssima Trindade, algo que todos os batizados recebem pela fé. “Somos filhos e filhas de Deus que, mesmo vivendo as coisas passageiras deste mundo, devemos ter a alegria de habitar o coração de Cristo e saber que somos amados por Ele”, disse.

Indulgência Plenária

Ao final da Santa Missa, padre Joel Sávio destacou o Vínculo Espiritual de Afinidade do Santuário de Caravaggio com a Basílica Papal Liberiana (Santa Maria Maior), em Roma. Nesse sentido, desde 2007, a data da aparição de Nossa Senhora de Caravaggio é uma oportunidade em que os fiéis podem receber a indulgência plenária, ou seja, uma graça santificante de todos os pecados.

Todos os anos, a indulgência plenária é concedida aos fiéis no Santuário em quatro oportunidades sendo o dia 26 de maio (dia da aparição de Nossa Senhora de Caravaggio), o último domingo de maio (dia da Romaria e Festa de Nossa Senhora de Caravaggio no Santuário), o dia 15 de agosto (Solenidade da Assunção de Nossa Senhora e aniversário de instalação da Diocese de Criciúma) e o dia 1º de outubro (aniversário de inauguração do Santuário).

Tradição e devoção

Se na Itália a aparição de Nossa Senhora, além de anunciar a paz, fez jorrar água de uma fonte que até então não existia naquele local. Aqui, no Sul de Santa Catarina, a Mãe de Deus também realizou seu milagre no ano de 1951. Era o ano da grande seca e famílias de imigrantes italianos, desesperadas com o fogo que já tomava conta das encostas da serra, realizou sua primeira romaria, capitaneadas pelo frei Aníbal que na época era o padre responsável na cidade de Nova Veneza.

Colaboração: Comunicação Diocese de Criciúma

Últimas notícias

Campanha busca fortalecer setor de exportação

A campanha tem dois eixo A ApexBrasil lançou uma campanha...

Inspeção por câmera com IA auxilia exportação

“Os dispositivos da Hikrobot fazem uma inspeção minuciosa" Os avanços...

Farol de Santa Marta terá tour guiado com acesso ao topo de 17 a 23 de junho

Dos dias 17 a 23 de junho, das 9h...

Prazo para alistamento acaba em 15 dias

empo de permanência na Marinha, Exército ou Aeronáutica é...

Drogas são apreendidas em barreira policial no Farol de Santa Marta

A ação foi realizada durante barreira policial montada na...

Notícias Relacionadas