PF prende três pessoas por manterem trabalhadores em condições análogas a de escravo no RS

Nessa última sexta-feira (15/3), a Polícia Federal prendeu em flagrante três pessoas por submeter nove trabalhadores a condições degradantes de trabalho

A ação ocorreu em uma propriedade rural no interior do Município de Manoel Viana, no Rio Grande do Sul, após recebimento de denúncia. A atividade contou com o apoio do Ministério Público do Trabalho e da Polícia Civil do RS.

Na ocasião, os trabalhadores estavam alojados em um galpão de madeira, sem as mínimas condições de salubridade e segurança. Todos dormiam juntos, no chão, em meio à sujeira e à fiação elétrica exposta.

As diligências apontaram, ainda, que as vítimas trabalhavam na aplicação de produtos agrotóxicos na lavoura sem os equipamentos de proteção individual necessários.

Diante da situação, foram presos em flagrante os dois responsáveis pela propriedade rural e o aliciador dos trabalhadores.

O Ministério Público do Trabalho adotará as medidas necessárias a resguardar os direitos dos trabalhadores.

Comunicação Social da Polícia Federal em Uruguaiana/RS

Últimas notícias

Comitiva de Imbituba está na maior feria de turismo da América Latina

Imbituba está representada por um grupo dirigido pela Secretaria...

Mutirão da campanha Castração é a Solução realiza 267 procedimentos no final de semana em Criciúma

Iniciativa tem como objetivo reduzir a quantidade de animais...

PM resgata cães e gatos em situação de maus-tratos em Treviso

Na manhã de segunda-feira, 15, a Polícia Militar de...

Juventus recebe R$ 1,5 milhão de emenda parlamentar para investir na base

O Juventus ganhou mais uma ajuda para o fortalecimento...

CBF afasta três árbitros após a 1ª rodada do Brasileirão

As polêmicas logo na primeira rodada do Campeonato Brasileiro...

Notícias Relacionadas