Mulher é condenada a 11 anos de prisão na Arábia Saudita por postagens feministas nas redes sociais

Uma personal trainer foi condenada a 11 anos de prisão na Arábia Saudita sob acusação de terrorismo, após compartilhar postagens feministas nas redes sociais

Utilizando a hashtag “abaixo a tutela masculina”. As informações são da agência de notícias AFP.

Personal, de 29 anos, foi condenada em janeiro, mas os detalhes de seu caso vieram à tona somente após um pedido de informações feito pelas Nações Unidas. De acordo com a ONG Anistia Internacional, foi acusada de fazer postagens com a hashtag e de gravar vídeos usando o que foi considerado “roupas indecentes”.

Os conteúdos pediam o fim do sistema de tutela masculina na monarquia, no qual as mulheres necessitam de autorização dos homens para realizar uma série de atividades e tarefas, como viajar para fora do país ou assistir a uma partida de futebol.

A personal trainer foi condenada com base na lei antiterrorismo da Arábia Saudita, legislação que tem sido criticada pelas Nações Unidas por ser uma ferramenta legal excessivamente ampla, utilizada para reprimir opositores.

Desde  2017, o príncipe herdeiro Mohammed Bin Salman realizou reformas visando melhorar a imagem do seu país no Ocidente, que há muito tempo critica o tratamento dado às mulheres na monarquia.

Como parte dessas reformas, as mulheres conquistaram o direito de dirigir, obter passaporte e viajar sem a necessidade de autorização masculina, além de poderem solicitar divórcio. No entanto, diversos críticos argumentam que as reformas são insuficientes enquanto o reino continuar mantendo o sistema de “tutores”, que confere aos homens uma autoridade arbitrária sobre as mulheres de suas famílias.

NÓS -AFP

www.terra

Últimas notícias

Prefeitura de São Joaquim adota medidas preventivas para garantir transporte de Saúde em meio a chuvas intensas

Devido às chuvas constantes que têm assolado a região,...

Semana do MEI acontece em Criciúma

Palestra de abertura será na segunda-feira (20), às 19h,...

Ferido, gato maracajá recebe atendimento após ser encontrado em galinheiro de Jaguaruna

Um gato-maracajá ferido recebeu atendimento na última sexta-feira, dia...

Lotérica Orleans informa: Mega acumula e sorteia R$ 37 milhões para amanhã terça-feira

Lotérica Orleans informa que nenhuma aposta acertou as seis...

Polícia Civil fecha fábrica clandestina de azeites

A Polícia Civil fechou uma fábrica clandestina de produção...

Notícias Relacionadas