Estudante de medicina liga para pacientes do SUS após consultas; carinho e preocupação

Atendimento humanizado é um diferencial e tanto para quem passa por momentos difíceis

E um estudante de Medicina, que liga para os pacientes dias após a consulta, é a prova disso. O jovem acabou viralizando com alguns vídeos compartilhados nas redes sociais, onde mostra o gesto de afeto e carinho.

Lurdiano Freitas estuda na Faculdade de Ciências Médicas Afya, em Ipatinga, Minas Gerais. Lá, o futuro médico criou o projeto “Ligações de Afeto”. Depois de atender os doentes da UBS Caravelas, o profissional liga e pergunta se o tratamento deu resultado.

Em um dos vídeos, Lurdiano acompanha o paciente seu Joaquim na busca pelo resultado de um exame feito pelo idoso. “Tudo bem com o senhor? É o menino que atendeu o senhor aqui no posto”, disse Lurdiano. Depois de buscar o exame, ele faz questão de deixar o homem em casa!

Criando conexões

O projeto não surgiu à toa e foi pensado em conjunto com a professora Aiala Xavier e a colega de estágio Luana Clara.

A ideia veio depois do grupo identificar que era necessário um atendimento maior, algo que desse atenção para a relação entre profissionais da saúde e pacientes nas Unidades de Saúde Básicas do país.

“Ao oferecer cuidados que vão além do aspecto puramente técnico, temos a oportunidade de criar conexões significativas com os pacientes, o que proporciona uma sensação de realização e propósito na prática clínica”, disse o estudante em um dos vídeos.

Além disso, a atenção e o carinho também proporcionam um vínculo forte entre ambas as partes e melhoram a adesão ao tratamento.

Seu Joaquim

E uma semana depois de ser atendido pelo grupo na UBS Caravelas, seu Joaquim recebeu o telefone.

“Vai vir ver nos hoje? Estamos com saudade do senhor”, disse Lurdiano no telefone.

O estudante explica que nesse dia, estavam esperando o resultado de um exame feito pelo idoso sair.

“Ao chegar pro atendimento o exame tinha saído, mas ele não tinha conseguido ir buscar, então decidimos ir buscar o exame com ele”, narra o profissional.

O grupo então levou o idoso para buscar o exame e depois deixou o homem em casa.

“E assim cada dia que passa vou aprendendo que minha profissão não se resume a um consultório, não se resume a um atendimento e sim sobre uma alma humana tocando a outra”, refletiu Lurdiano.

Atendimento humanizado

E não é só nas ligações que Lurdiano e o grupo mantém o atendimento humanizado.

Presencialmente, também é possível ver todo o carinho do rapaz com os pacientes, sempre buscando uma abordagem entendível e repleta de afeto.

Em um outro vídeo, o estudante usa adesivos para facilitar a identificação dos idosos com baixa ou nenhuma leitura na hora de tomar os medicamentos.

“Esse aqui com a bolinha vermelha você vai levar na farmácia, esse aqui de verde é o exame que você vai fazer e esse aqui de azul é o encaminhamento do senhor para o nefrologista”, disse o futuro médico para o paciente.

Todo paciente importa

O atendimento humanizado vem se tornando uma tendência positiva e essencial entre médicos de diversos países.

Aqui no Brasil, muitos hospitais e profissionais têm se preocupado em colocar o paciente no centro das atenções. Para os pesquisadores, essa é uma das premissas da Saúde 4.0, que vem ganhando forma desde o final da pandemia.

É sempre positivo ver o quanto a empatia, o respeito e a solidariedade tem tomado de conta das socientes. E que só cresça!

Veja o tratamento do grupo com os pacientes:

 

O atendimento de Lurdiano com os pacientes no presencial também é diferenciado:

 

Espalhe notícia boa!

Últimas notícias

O Criciúma Esporte Clube recebeu o Laudo de Salubridade

O Criciúma Esporte Clube recebeu o Laudo de Salubridade,...

Faleceuaos 95 anos o Sr. Pedro Correa Nunes

Faleceu hoje dia (18) a 00:10 no hospital de...

Meia deixa o Atlético Tubarão uma semana depois de ser anunciado

Ele recebeu uma proposta do Ferroviário (CE), que disputa...

Agricultor de 74 anos colhe batata-doce gigante em Alto Bela Vista

O agricultor Ivo Kossian, de 74 anos, colheu uma...

Governo de SC vai lançar projeto para abrigar desalojados do Rio Grande do Sul

Segundo dados da Assistência Social, aproximadamente 400 famílias já...

Notícias Relacionadas