Câmara Municipal de Joinville debate Protocolo de Diabetes Tipo amanhã dia 20 de março

-A Associação dos Diabéticos de Joinville e a Coalizão Vozes do Advocacy em Diabetes e Obesidade estão em parceria para a discussão-

Dados do último Atlas da Federação Internacional do Diabetes, o Brasil têm 16 milhões de pessoas com a condição e cerca de 50% de pessoas, entre 20 e 79 anos, que não sabem que têm o diagnóstico da condição*.

Um estudo não muito recente, mas que na prática os dados não fogem muito da realidade brasileira é: Prevalência e Correlações do Controle Glicêmico Inadequado: resultados de uma pesquisa nacional em 6.671 adultos com diabetes no Brasil. Os dados mostram que o controle glicêmico inadequado foi de uma média de 76%, sendo que 90% das pessoas com diabetes tipo 1 e 73% em indivíduos com diabetes tipo 2.

A junção do diagnóstico precoce e a falta de adesão ao tratamento traz um resultado alarmante. Segundo uma pesquisa do Ministério da Saúde realizada entre janeiro e setembro do ano retrasado, foram realizadas 12.639 cirurgias para amputações de membros inferiores, sendo uma média de 46 por dia, decorrentes do diabetes.

Pensando nesta situação, a Associação dos Diabéticos de Joinville e a Coalizão Vozes do Advocacy solicitaram uma audiência pública na Câmara Municipal de Joinville, no próximo dia 20, às 14h, para discutir melhorias no Protocolo de Atendimento de pessoas com diabetes tipo 1 no município, que inclui a inclusão do sistema de monitorização contínua de glicose para pessoas com diabetes tipo 1 aliada à educação em diabetes.

Evidências de ensaios clínicos e de estudos de vida real demonstram que a utilização do sensor resultou em redução importante de hipoglicemia (baixa de açúcar no sangue) no nível 1, quando está abaixo de 70 mg/dl, e especialmente com relação à hipoglicemia nível 2, quando a glicemia chega abaixo de 54 mg/dl em pessoas com diabetes tipo 1***.

O uso do sensor também resultou em redução de 56,2% na ocorrência de internação por cetoacidose, complicação do diabetes que deixa o sangue ácido e pode levar à morte ****. Outro benefício acompanhado em estudo foi a redução de hospitalizações por complicações agudas do diabetes em 49% em pessoas com diabetes tipo 1. *****

Para o evento, foram convidados: o Prefeito Adriano Silva, a Secretária de Saúde Tânia Eberhardt, o Presidente da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores Henrique Deckmann, a Presidente do Conselho Municipal de Saúde Cleia Aparecida Clemente Giosole, a representante do ICED Instituto Catarinense de Endocrinologia e Diabetes Dra. Suely Keiko Kohara, a Presidente da ADIJO – Associação dos Diabéticos de Joinville Claudia Medeiros Soares, a Coordenadora da Coalizão Vozes do Advocacy em Diabetes e Obesidade Vanessa Pirolo, a Assessora Parlamentar Jurídica Marianne Hufen Salomone, além dos Vereadores Wilian Tonezi, Cassiano Ucker e Pastor Ascendino Batista.

O evento ocorre na Câmara de Vereadores de Joinville, localizado na Av. Hermann August Lepper, 1100. Bairro Saguaçu, em Joinville.

 

 Referências:

*Federação Internacional de Diabetes: https://diabetesatlas.org/

**Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) 2020: https://www.gov.br/saude/pt-br/centrais-de-conteudo/publicacoes/publicacoes-svs/vigitel/relatorio-vigitel-2020-original.pdf

***** Roussel R, Riveline J-P, Vicaut E, de Pouvourville G, Detournay B, Emery C, et al. Important Drop in Rate of Acute

Diabetes Complications in People With Type 1 or Type 2 Diabetes After Initiation of Flash Glucose Monitoring in

France: The RELIEF Study. Diabetes Care [Internet]. 2021 Jun 1;44(6):1368–76. Available from:

https://diabetesjournals.org/care/article/44/6/1368/138708/Important-Drop-in-Rate-of-Acute-Diabetes

Sobre a Coalizão Vozes do Advocacy em Diabetes e em Obesidade

Com a participação de 22 associações e de 2 institutos de diabetes, o projeto promove o diálogo entre os diferentes atores da sociedade, para que compartilhem conhecimento e experiências, com o intuito de sensibilizar a sociedade sobre a importância do diagnóstico e tratamento precoces do diabetes da obesidade e das complicações de ambas as doenças, além de promover políticas públicas, que auxiliem o tratamento adequado destas doenças no país.

 

Contatos da assessoria – Vanessa Pirolo- Email: vanessapirolo@animapress.com.br

Últimas notícias

Síndrome da fadiga crônica atinge mais mulheres e quem teve Covid ou dengue

No Brasil, o Ministério da Saúde não tem dados...

Equipe de Tubarão brilha no Brasileiro de Karatê

Neste final de semana, a cidade de Joinville foi...

Jaraguá Futsal amassa o Corinthians e sai na frente na 1ª fase da Copa do Brasil

Na teoria, equilíbrio. Na prática, domínio total aurinegro. Em...

O Tigre realizou um treino técnico e tático na tarde desta segunda-feira

O Criciúma terá pouco tempo de preparação até entrar...

Suicídio: o preocupante aumento da taxa entre crianças e jovens e a importância de falar sobre o tema

No período de 2011 a 2022, observou-se um crescimento...

Notícias Relacionadas