Alta umidade do solo afeta produção de mandioca no Rio Grande do Sul

Relatos apontam para o apodrecimento das raízes

O Informativo Conjuntural divulgado pela Emater/RS-Ascar nesta quinta-feira (09/05) destaca preocupações dos produtores de mandioca na região administrativa de Santa Rosa. Relatos apontam para o apodrecimento das raízes devido à alta umidade do solo em áreas de difícil drenagem.

O preço da mandioca varia de R$ 6,50 a R$ 10,00 por quilo, sendo que a mandioca descascada congelada está sendo vendida nos mercados por R$ 8,20/kg.

Na região de Soledade, a colheita está em pleno andamento para as cultivares precoces, enquanto as demais começam a ser colhidas. No entanto, as raízes colhidas estão apresentando padrão de mercado em termos de comprimento e diâmetro. O período prolongado de solo encharcado está aumentando a incidência de doenças radiculares, como a podridão das raízes. A chuva excessiva também tem dificultado a colheita e a comercialização para a Ceasa nos municípios do Baixo Vale do Rio Pardo, incluindo Mato Leitão, Venâncio Aires, Santa Cruz do Sul e Vera Cruz.

AGROLINK – Seane Lennon

Últimas notícias

Procedimento inovador é realizado no serviço de hemodinâmica do HSJosé

Inteligência artificial foi utilizada para auxiliar na realização de...

Faleceu hoje aos 85 anos a Sra. Aleida Zomer

Faleceu hoje dia (26) ás 8:40 no hospital de...

Governo do Estado lança Estação Inverno 2024 para impulsionar o turismo planejado nos dias de frio

Apostando mais uma vez no potencial turístico de Santa...

Criciúma presenteia transportadoras pela colaboração na Campanha “Juntos pelo Rio Grande do Sul”

O clube presenteou na tarde da quinta-feira (23), cada...

Prazo para solicitar reembolso de ingresso para Criciúma x Palmeiras é na terça-feira (29)

A solicitação do reembolso é através do site: www.minhaentrada.com.br/digitalizar-ingresso O...

Notícias Relacionadas