Abrasel: Aumento do vale-transporte na Capital penaliza empresas que movimentam a economia da cidade

No mínimo injusta a decisão da Prefeitura Municipal reajustar em 18,48% o reajuste do vale-transporte pago pelas empresas aos seus colaboradores para deslocamento entre residência e o trabalho.

Toda a sociedade comemora que não houve reajuste do transporte público aos cidadãos, uma decisão digna de nota e, segundo a própria PMF, amparada em estudos que viabilizam a medida.

Porém, a explicação do reajuste do vale-transporte não se justifica em absoluto. Ora, se o motivo é a queda do subsídio oferecido durante o pico da pandemia de Covid-19, evitando uma crise sem precedentes no transporte público, por que esta diferenciação? Afinal, a maioria dos negócios ainda amarga os efeitos perversos da pandemia, já que adquiriram dívidas ainda muito longe de ser pagas em sua totalidade.

Uma lamentável decisão que vai contra o empreendedorismo da Capital, tido como uma vocação inerente ao povo de Florianópolis, ainda mais sem qualquer diálogo com o setor empresarial.

         A Abrasel espera uma discussão de fato, para que este quadro seja revertido.

A Direção

Florianópolis, 27 de janeiro de 2024

 

Fonte da informação: André Seben/Jornalist/PalavraCom

Últimas notícias

Violência contra a mulher: denúncias ao Ligue 180 crescem 25% em 2023

A Central de Atendimento à Mulher, o Ligue 180,...

Vereadores de Orleans se reuniram nesta segunda dia 26 para tratar de vários assuntos

Os vereadores de Orleans se reuniram nesta segunda-feira dia...

Gaeco deflagra Operação Publicanos em combate à sonegação fiscal e lavagem de dinheiro

Na manhã de segunda-feira, 26/2, o Grupo de Atuação...

Polícia Militar desarticula laboratório de drogas sintéticas em Florianópolis

Na noite de domingo, 25, a Polícia Militar de...

Notícias Relacionadas