Polícia Civil fecha fábrica clandestina de azeites

A Polícia Civil fechou uma fábrica clandestina de produção e comercialização de azeites na estrada Hondo Japão, em Jacareí, no interior de São Paulo, na sexta-feira (17)

Na ação, um homem, de 56 anos, que se apresentou como gerente da empresa, foi preso.

Os agentes foram até o endereço após colherem informações junto à Vigilância Sanitária.

No local, as equipes flagraram a produção do item ser feita de forma precária, sem condições de higiene.

O suspeito também não apresentou nenhum alvará de funcionamento.

Polícia Civil de São Paulo/Divulgação

Mais de 150 unidades de azeite foram apreendidas, bem como 74 mil rótulos de diferentes marcas do produto conhecidas, 24,4 mil tampas, 15 mil caixas de papelão, um notebook, dois celulares e diversos documentos.

Outras três pessoas que estavam no local foram questionadas e afirmaram terem sido contratadas há dois meses, sem conhecimento sobre a prática ilícita.

O gerente foi encaminhado ao 2° Distrito Policial de Jacareí, onde o caso foi registrado como falsificação, corrupção ou alteração de produto.

Por Claudio Costa/OCP NEWS

Últimas notícias

Família de lutadores de taekwondo salva mulher que sofria agressão sexual

Uma família que luta taekwondo ouviu os gritos e...

Tubarão Futsal recebe o Jaraguá pela Liga Nacional

O Jaraguá tem 21 pontos e ocupa a terceira...

Reunião com professores acaba sem proposta de reajuste

Estado sinalizou à categoria que tem intenção de fazer...

Homem é abordado pela PM em atitude suspeita no centro de Balneário Rincão

A Policia Militar atendeu uma ocorrência de averiguação de...

Faleceu aos 75 anos o Sr. Lauro de Lima

Faleceu ontem dia (20) ás 22:15 no hospital com...

Notícias Relacionadas