Lei municipal institui o uso do colar de girassol para a identificação de pessoas com deficiências ocultas

O prefeito de Imbituba, Rosenvaldo da Silva Júnior, sancionou, na última quarta-feira (25) Lei Municipal nº 5.440/2023, que institui o uso do colar de girassol como instrumento auxiliar de orientação na identificação de pessoas com deficiências ocultas.

O cordão de girassol virou oficialmente o símbolo das pessoas com deficiências ocultas ou não-aparentes (não identificadas de maneira imediata, por não serem fisicamente evidentes), tais como, a surdez, o autismo e a deficiência intelectual.

O uso do colar de girassol é facultado às pessoas com deficiências ocultas, bem como, aos acompanhantes e atendentes pessoais.

A lei prevê que, a partir do uso do colar de girassol, os estabelecimentos públicos e privados devam orientar os funcionários e colaboradores quanto à identificação e atendimento as deficiências ocultas.

O projeto, que virou lei municipal, foi de autoria do vereador Thiago Rosa.

 

Fonte da informação: A Hora

Últimas notícias

Um dos maiores do Sul, Moto Laguna de Verão tem programação definida

A festa inicia na quinta, 7, às 19h e...

Padre Adson Muniz toma posse como 11º pároco de Magalhães

O décimo primeiro pároco da história da Igreja Matriz...

Maracajá realizará leilão de veículos dia 6, são: maquinários e materiais recicláveis

O quinto leilão público promovido pela Administração Municipal de...

Faleceu aos 62 anos Sr. Evacir Rodrigues Pereira

Faleceu em sua residência ontem dia(3) as 12:00h na...

‘Sobrevivente da criminalidade’, brasileira de 18 passa em Medicina sem internet

Uma jovem brasileira de 18 anos está realizando o...

Notícias Relacionadas