Imposto de Renda: como tirar informe de rendimentos pelo aplicativo do INSS

O processo ficou mais fácil e rápido! Aposentados, pensionistas e beneficiários de auxílios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já conseguem tirar o informe de rendimentos para declarar o Imposto de Renda 2024 pelo aplicativo Meu INSS

Basta acessar o app, digitar o nome do serviço desejado no campo “Do que você precisa?”, encontrar a opção “Baixar PDF” e pronto! Não se esqueça de ter em mãos o número do seu CPF.

Se preferir, também pode entrar em contato com um procurador ou representante legal, ou até mesmo solicitar o informe pelo número 135. O prazo para declaração de Imposto de Renda referente ao ano de 2023 começa no dia 15 de março e vai até o dia 31 de maio.

Pra que serve?

O informe de rendimentos é um documento que lista todos os valores recebidos por uma pessoa física durante o ano, de janeiro a dezembro.

Ele é fundamental para preencher a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF).

Beneficiários que não declararam até o dia 31 de maio de 2023, pagam multa mínima de R$ 165,74.

Isenção para que ganha até R$ 2.824

Quem ganha até R$ 2.824, ou seja, dois salários mínimos, vai ter isenção do Imposto.

A notícia boa vale para 15,8 milhões de empregados brasileiros, autônomos, aposentados, pensionistas e outras pessoas físicas.

A isenção, de acordo com o governo, está baseada no desconto simplificado de R$ 564,80, que resulta em uma base cálculo mensal de R$ 2.259,20, exatamente o limite máximo da faixa de alíquota zero da nova tabela.

Segundo o Ministério da Fazenda, a ação é importante para reduzir a cobrança do imposto daqueles que recebem menos no país.

Novidade nas prioridades 

Agora, quem optar pelo recebimento via Pix ou usar o modelo pré-preenchido também terá prioridade para receber primeiro a restituição.

Mas isso não muda a prioridade dos grupos tradicionais, que incluem idosos acima de 80 anos, entre 60 e 79 anos, pessoas com deficiência, com doenças graves e professores.

Segundo a Receita, as duas novas modalidades pretendem reduzir os erros na declaração e proporcionar mais comodidade ao contribuinte.

Quem paga o imposto

É importante destacar que estão obrigados a declarar o Imposto de Renda em 2024 aqueles que:

  • Receberam rendimentos tributáveis acima de R$ 30.639,90 no ano anterior.
  • Receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, totalizando mais de R$ 200 mil no ano passado.
  • Obtiveram ganho de capital na venda de bens ou direitos, realizaram operações em bolsas de valores ou tiveram ganhos líquidos sujeitos à incidência do imposto, totalizando mais de R$ 40 mil.
  • Foram isentos do imposto sobre ganho de capital na venda de imóveis residenciais e adquiriram outro imóvel residencial em até 180 dias.
  • Tiveram receita bruta em atividade rural superior a R$ 153.199,50.
  • Possuíam posse ou propriedade de bens ou direitos, incluindo terra nua, com valor total superior a R$ 800 mil até 31 de dezembro de 2023.
  • Mudaram para a condição de residente no Brasil em qualquer mês e mantiveram essa condição até o final de 2023.
    Optaram por declarar bens, direitos e obrigações detidos por entidade controlada no exterior como se fossem detidos diretamente pela pessoa física.
  • São titulares de trust no exterior.
  • Desejam atualizar bens no exterior.

Com informações do Governo Federal.

Espalhe notícia boa!

Últimas notícias

Comarca de Orleans abre cadastro de entidades para destinação de penas pecuniárias

Em 2023, seis entidades receberam mais de R$ 83...

Brasil: menino de 13 anos que morreu após agressões na escola disse que tinha medo de morrer

Carlos Teixeira, de 13 anos, morreu na última terça-feira...

Homem é preso e 3 toneladas de carne são apreendidas em abatedouro clandestino em Braço do Norte

Operação da Polícia Civil e Cidasc ocorreu na tarde...

Sebo é alvo de roubo no Centro de Tubarão

O assaltante conseguiu levar consigo duas CPUs antes de...

Notícias Relacionadas