Bactérias “vampiras” atraídas pelo sangue podem ser fatais

Imunologistas descobriram que alguns micróbios específicos nadam imediatamente rumo ao sangue. Isso pode ser grave em casos de doenças do intestino, por exemplo

Existem alguns micróbios que são atraídos pelo sangue humano, por causa dos nutrientes e da energia que ele fornece. Esses “vampiros” podem causar infecções fatais, e agora protagonizam um artigo científico veiculado na revista eLife.

Por trás do estudo, estão os imunologistas da Universidade Estadual de Washington e da Universidade de Oregon. Eles revelam que esses micróbios podem ser particularmente perigosos para pacientes com doença do intestino irritável, porque o sangramento intestinal pode levá-los à corrente sanguínea.

Mas nem tudo é alerta: o próprio estudo apresenta potenciais tratamentos para ficar de olho ao longo de futuros trabalhos.

Mas vamos com calma: primeiro, o que são essas bactérias? O estudo se concentra em uma família específica: a Enterobacteriaceae, conhecida por sua diversidade metabólica e capacidade de causar uma variedade de doenças, incluindo infecções do trato urinário, gastroenterite, sepse e pneumonia.

Dentro dessa família, os pesquisadores pegaram bactérias específicas:

Salmonella enterica
Escherichia coli
Citrobacter koseri
Para testar a interação entre essas bactérias e o sangue humano, o grupo usou um dispositivo personalizado para injetar pequenas quantidades de fluido e um microscópio.

O resultado surpreendeu os próprios especialistas: demorou menos de um minuto para que as bactérias analisadas percebessem que havia sangue por perto e se dirigissem a ele.

Bactérias “vampiras” atraídas pelo sangue
A conclusão é bem clara: “A resposta de atração bacteriana ao sangue é robusta e rápida”, diz o artigo.

“Aprendemos que algumas das bactérias que mais comumente causam infecções na corrente sanguínea realmente detectam uma substância química no sangue humano e nadam em direção a ela”, acrescenta o material.

Talvez a essa altura você já tenha suspeitado, mas: isso não é nada bom. “As bactérias que infectam a corrente sanguínea podem ser letais”, e os pesquisadores comentam que essas bactérias provavelmente se apegam ao sangramento interno que acompanha a doença do intestino irritável, e é assim que podem ocorrer mortes.

Novos tratamentos
O estudo traz um otimismo, no fim das contas: ao aprender como essas bactérias são capazes de detectar fontes de sangue, a ciência pode desenvolver novos medicamentos que bloqueiem essa capacidade.

Então a descoberta serve como um alerta, sim, mas também como um pontapé inicial para a criação de medicamentos que podem melhorar a vida e a saúde das pessoas com doenças do intestino que apresentam alto risco de infecções da corrente sanguínea.

Quando bactérias entram no nosso sangue, pode haver uma série de respostas do sistema imunológico e potencialmente levar a complicações graves. Em alguns casos, as bactérias podem se espalhar para outras partes do corpo, resultando em uma infecção sistêmica. Por isso é tão importante investigar a fundo essas bactérias “vampiras” e como lidar com elas.

Fonte: eLife

Foto: Canaltech

www.terra.com.br

Últimas notícias

Prefeitura de São Joaquim adota medidas preventivas para garantir transporte de Saúde em meio a chuvas intensas

Devido às chuvas constantes que têm assolado a região,...

Semana do MEI acontece em Criciúma

Palestra de abertura será na segunda-feira (20), às 19h,...

Ferido, gato maracajá recebe atendimento após ser encontrado em galinheiro de Jaguaruna

Um gato-maracajá ferido recebeu atendimento na última sexta-feira, dia...

Lotérica Orleans informa: Mega acumula e sorteia R$ 37 milhões para amanhã terça-feira

Lotérica Orleans informa que nenhuma aposta acertou as seis...

Polícia Civil fecha fábrica clandestina de azeites

A Polícia Civil fechou uma fábrica clandestina de produção...

Notícias Relacionadas