Após a morte do cachorro golden no voo da Gol, governo vai rever regras de transporte de pets

A morte do Joca, o cachorro golden transportado em voo errado da Gol esta semana, chocou o Brasil e o governo anunciou que vai rever as regras de transporte de pets no país

Joca morreu após ser transportado no porão da aeronave e viajado duas vezes seguidas, porque houve erro no embarque. O Golden Retriever deveria ter sido enviado ao Mato Grosso, mas a Gol o colocou em voo para Fortaleza.  Quando o bichinho voltou a São Paulo, foi encontrado morto na caixa de transporte da companhia aérea. Após a falha fatal no transporte, a Gol soltou uma nota lamentando. Veja abaixo.

Apesar da fatalidade do Joca tem como transportar pet com segurança? Especialistas ensinam algumas dicas. A primeira por tranquilizar o bichinho bem antes da viagem. Coloque o pet na caixa em que ele vai viajar, dias antes, para ir se adaptando. Leve-o para passear na caixa. Passei com ele antes de embarcar para queimar energia, dê água e procure distraí-lo. Veja a seguir as dicas completas.

Morte será investigada

A família de tutores do cão Joca, prestou queixa na Delegacia Seccional de Guarulhos, nesta terça-feira (23), contra a companhia aérea que realizou o transporte do animal.

O caso foi registrado como crime de abuso a animais e será investigado pela Delegacia de Investigação de Crimes Contra o Meio Ambiente.

João disse que chegou a conversar com uma funcionária da GOL Linhas Aéreas. Ela informou que o cão havia passado mal durante o voo e que um veterinário tinha sido chamado. Logo em seguida, o tutor ficou sabendo da morte de Joca.

De acordo com o atestado de óbito, Joca morreu de parada cardiorrespiratória.

O Ministério dos Aeroportos e Anac anunciaram que também vão investigar a morte do Joca. O governo pretende rever as regras para transporte de pets no Brasil e quer esclarecer o que aconteceu.

Maneiras de transportar

Para irem na cabine do avião, além do peso máximo exigido, a caixa de transporte tem que ser grande e permitir que o animal dê uma volta de 360º sobre o corpo. Os tutores também precisam estar na aeronave.

Cães e gatos com até 30 kg, devem viajar em um compartimento exclusivo para animais. O local fica na parte inferior da aeronave, próximo as bagagens. É iluminado e despressurizado.

Já os pets que pesam mais de 30 kg, e viajam sem os tutores, são obrigados a voar em um avião de carga.

Caixa de transporte

Por conhecer o seu pet, você sabe a maneira que menos o deixa estressado.

Na hora de escolher uma caixa de transporte, dê preferências para aquelas que são bem arejadas e resistentes a impactos, por exemplo.

Além disso, o piso deve absorver ou conter fezes e urinas.

A caixa também precisa ter uma etiqueta com identificação com dados pessoais do tutor, como nome, endereço, e-email e telefone.

Preparo para a viagem

Os dias que antecedem a viagem também são importantes, segundo a CVC.

É nesse momento que o tutor deve preparar o bichinho para o voo.

Veja dicas essenciais:

  • Ambiente do animal: dias antes do voo, ambiente o animal na caixa. Coloque petisco na caixinha, faça uma caminha ou até mesmo deixe o animal fazer as refeições dentro da caixa. Isso pode evitar um maior estresse do animal durante o voo.
  • Leve-o para passear na caixa: levar o pet para passear dentro da caixa também pode diminuir a sensação de insegurança do animal. Uma vez que ele vai estar relaxado no passeio, o pet pode associar que o local não traz perigo.
  • Pratique atividades no dia da viagem: sim, cansar o animal para que ele fique com sono durante o voo pode ser uma saída. Assim, o bichinho passa o voo inteiro tirando um cochilo e não vai nem sentir que está em um ambiente diferente.
  • Escolha horários tranquilos: você é o tutor do bichinho e o conhece muito bem. Logo, escolher horários que, normalmente, o animal tende a ficar mais tranquilo, é uma ótima dica.
  • Forre a caixa: não se esqueça de forrar a caixa com um tapete que absorva urina. Isso vai evitar que o animal fique molhado e se sinta desconfortável durante a viagem, evitando qualquer tipo de estresse.
  • Dê água: antes de embarcar, dê água em casa e no aeroporto. Assim, você mantém o peludo bem hidratado para aguentar o tempo que ele ficará em pleno voo.
  • Distraia o animal: sim, brinque bastante antes de entrar no avião. Distrair o animal, mantendo-o relaxo é fundamental. Não embarque tão cedo e passe o maior tempo possível que você conseguir com o pet.

Nota da Gol

Após a morte do Joca, a companhia aérea Gol anunciou nesta terça-feira (23) a suspensão do transporte aéreo de animais no porão dos aviões da empresa.

Veja a nota que a empresa aérea mandou para os jornalistas.

A GOL se solidariza com o sofrimento do tutor do Joca e de sua família. Entendemos a sua dor e lamentamos profundamente pela perda do seu animal de estimação. O cão deveria ter seguido para Sinop (OPS), no voo G3 1480 do dia 22/04/2024, a partir de Guarulhos (GRU), porém, por uma falha operacional o animal foi embarcado em um voo para Fortaleza (FOR).

Assim que o tutor chegou em Sinop, foi notificado sobre o ocorrido e sua escolha foi voltar para Guarulhos (GRU) para reencontrar o seu animal de estimação.

A equipe da GOLLOG na capital cearense desembarcou o cão e se encarregou de cuidar dele até o embarque no voo G3 1527 de volta para Guarulhos (GRU). Neste período, foram enviados para o tutor registros do animal sendo acomodado de volta na aeronave. Infelizmente, logo após o pouso do voo no aeroporto de Guarulhos, vindo de Fortaleza, fomos surpreendidos pelo falecimento do cão.

A Companhia está oferecendo desde o primeiro momento todo o suporte necessário ao tutor e sua família. A apuração dos detalhes do ocorrido está sendo conduzida com total prioridade pelo nosso time.

Suspensão e restrição de serviços

Para se dedicar totalmente a concluir o processo de investigação deste evento, a GOL suspendeu por 30 dias (a partir desta quarta-feira, 24/04 até 23/05) a venda do serviço de transporte de cães e gatos pela GOLLOG Animais e pelo produto Dog&Cat + Espaço, para viagens realizadas no porão da aeronave. O serviço Dog&Cat Cabine, para Clientes que levam seus pets na cabine do avião, não sofrerá nenhuma alteração.

Para os Clientes que contrataram o transporte do seu pet entre 24/04/24 a 23/05/24 por meio dos serviços que estão com restrição, poderão optar por restituição total do valor, inclusive do valor da sua passagem (no caso de Dog&Cat + Espaço), ou por postergar a viagem, sem custo, para depois de 23/05/24 em voos até 31/12/2024.

Aqueles Clientes que se encontram no destino de sua viagem e possuem um dos serviços restritos contratados para a volta serão atendidos se assim desejarem.

As equipes de aeroportos da GOL estarão à disposição para dúvidas ou através da central de atendimento pelo 0800 704 0465″.

Sabemos que nada disso vai trazer o Joca de volta e deixamos aqui nossa solidariedade e um abraço fraternal no tutor João Fantazzini. Força!

 

Espalhe notícia boa!

Últimas notícias

Prefeitura de São Joaquim adota medidas preventivas para garantir transporte de Saúde em meio a chuvas intensas

Devido às chuvas constantes que têm assolado a região,...

Semana do MEI acontece em Criciúma

Palestra de abertura será na segunda-feira (20), às 19h,...

Ferido, gato maracajá recebe atendimento após ser encontrado em galinheiro de Jaguaruna

Um gato-maracajá ferido recebeu atendimento na última sexta-feira, dia...

Lotérica Orleans informa: Mega acumula e sorteia R$ 37 milhões para amanhã terça-feira

Lotérica Orleans informa que nenhuma aposta acertou as seis...

Polícia Civil fecha fábrica clandestina de azeites

A Polícia Civil fechou uma fábrica clandestina de produção...

Notícias Relacionadas