Aluno e ex-aluno são presos suspeitos de incendiar escola em SC

Duas pessoas foram presas nesta sexta-feira (3) suspeitos de incendiar uma escola em São José, na Grande Florianópolis

De acordo com a Polícia Civil, tratam-se de um aluno e de um ex-aluno da instituição de ensino.

A operação, que também cumpriu cinco mandados de busca e apreensão, foi realizada em continuidade à operação deflagrada em 10 de abril deste ano, que já havia cumprido seis mandados de busca e apreensão contra alunos e ex-alunos da escola.

Segundo a Polícia Civil, os suspeitos poderão responder pelos crimes de incêndio majorado, associação criminosa, corrupção de menores e furto na modalidade tentada.

Os crimes ocorreram na Escola Estadual José Mathias Zimmermann, localizada no bairro Sertão do Maruim, no dia 23 de março deste ano. Após intenso trabalho investigativo, os policiais apuraram o envolvimento de alunos e ex-alunos na ação criminosa.

No decorrer das investigações, foram colhidos elementos que apontavam a autoria do crime. Além disso, os policiais descobriram que os suspeitos se deslocaram até a escola com o objetivo de incendiá-la e furtar as carnes destinadas às merendas dos alunos.

A Polícia Civil destaca que ainda não há uma estimativa do prejuízo causado à escola e à comunidade local, uma vez que a escola fechado por diversos dias em consequência dos danos à parte elétrica e ao abastecimento de água.

Por: Luan Tamanini/OCP NEWS

Últimas notícias

O Criciúma Esporte Clube recebeu o Laudo de Salubridade

O Criciúma Esporte Clube recebeu o Laudo de Salubridade,...

Faleceuaos 95 anos o Sr. Pedro Correa Nunes

Faleceu hoje dia (18) a 00:10 no hospital de...

Meia deixa o Atlético Tubarão uma semana depois de ser anunciado

Ele recebeu uma proposta do Ferroviário (CE), que disputa...

Agricultor de 74 anos colhe batata-doce gigante em Alto Bela Vista

O agricultor Ivo Kossian, de 74 anos, colheu uma...

Governo de SC vai lançar projeto para abrigar desalojados do Rio Grande do Sul

Segundo dados da Assistência Social, aproximadamente 400 famílias já...

Notícias Relacionadas