Superação, inclusão e inspiração no 2º Campeonato Amador de Cubo Mágico

Em 1974 o húngaro Erno Rübik criou um quebra-cabeça tridimensional conhecido em nosso país como cubo mágico

Cinquenta anos depois, campeonatos estão se espalhando em todo o mundo. Um deles aconteceu na tarde deste domingo, dia 26, no Nações Shopping, em Criciúma. O 2º Campeonato Amador de Cubo Mágico organizado pela empresa Jogaderia premiou nove competidores com medalhas e um troféu. Bernardo Pereira Westrup, 10 anos, estudante do 5º Ano do colégio Marista, conquistou o primeiro lugar com um tempo de 15,5 segundos. “Meu pai aprendeu para me ensinar quando aconteceu a pandemia. Fui aprimorando meu tempo. Já sei resolver todos os cubos e quebra-cabeças das modalidades oficiais”, contou o adolescente.

O cubo mágico é um esporte da mente que atrai principalmente competidores do sexo masculino. Dentre os 35 competidores, apenas quatro eram meninas. Dentre elas, Giovana Martins, 13 anos. A adolescente tem algo em comum com Marx Park, o atual recordista mundial de cubo mágico nas modalidades 3x3x3, 4x4x4, 5x5x5, 6x6x6, 7x7x7 e 3x3x3 com apenas uma mão. Ambos foram diagnosticados com Transtorno do Espectro Autista – TEA.

A mãe de Giovana, Graziella Terezinha Alves, lembra que a filha sempre foi quieta, tímida e não gostava de barulho. Com o passar do tempo, as dificuldades em interagir com outras pessoas, o desinteresse por atividades físicas e a seletividade na alimentação começaram a atrapalhar tanto no aprendizado, como na vida social. Com ajuda de médicos e especialistas chegaram aos diagnósticos de TEA e Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade – TDAH. “Ficamos orgulhosos em ver ela participando, isso representa uma evolução maravilhosa. Ela disse que no primeiro momento não estava sentindo o corpo. Ficou nervosa, com as mãos geladas. Mas, que gostou de ter superado esse desafio, que quer participar mais vezes e sentir essa sensação de vencer esse medo do público”, comentou Graziella.

Bárbara Stackoski, diretora da Escola Cristo Rei, de Cocal do Sul, acompanhou um grupo de oito estudantes. Segundo ela, vivemos num mundo onde tudo se volta para jogos eletrônicos e é satisfatório saber que ainda existem pessoas que dedicam tempo para explorar o raciocínio lógico, a interação e mediação com o outro. “Foi muito bom poder participar novamente deste campeonato, ver a felicidade com que se dedicam para fazer bonito. Como educadores, é nosso dever incentivar sempre os estudantes para que participem e superem seus limites”, enfatizou a gestora.

O documentário “Magos do Cubo” é uma excelente dica para saber mais sobre a importância do cubo mágico no desenvolvimento do autista Max Park. No entanto, revela-se como uma história sobre perseverança, amizade e espírito de comunidade. Ele mostra como um simples quebra-cabeça pode conectar pessoas e transformar vidas.

Premiação

Troféu: Bernardo Pereira Westrup (15,50 Segundos)

Medalhas:

Kauâ Zaccaron Ghellere (16,33 Segundos)

Cauã Medeiros Machado 18,05 Segundos

Kelvin Bitencourt (21,17 Segundos)

Miguel Votri (27,80 Segundos)

Arthur Alexandre (28,89 Segundos)

Gustavo Mazzuco (30,49 Segundos)

Cauã De Melo (34,91 Segundos)

Callebe Bitencourt Da Silva (35,84 Segundos)

Caleby Simplicio Da Silva (36,75 Segundos)

Saiba mais sobre o documentário “Magos do Cubo”

O documentário se concentra em dois competidores destaques no Cubo Mágico. Feliks Zemdegs, um prodígio australiano, dominou o cenário do speedcubing por muitos anos. Max Park, norte-americano, foi diagnosticado precocemente com autismo.

Max Park é um dos mais notáveis speedcubers do mundo. Ele é o atual recordista nas modalidades 3x3x3 com um tempo de 3,13 segundos. Inicialmente foi incentivado por seus pais. O cubo de Rubik tornou-se uma ferramenta essencial para seu desenvolvimento motor e social, ajudando-o a superar desafios associados ao seu diagnóstico. Resolver o cubo não só melhorou suas habilidades motoras finas, mas também proporcionou uma maneira de se conectar com outras pessoas e ganhar confiança.

Últimas notícias

Campanha busca fortalecer setor de exportação

A campanha tem dois eixo A ApexBrasil lançou uma campanha...

Inspeção por câmera com IA auxilia exportação

“Os dispositivos da Hikrobot fazem uma inspeção minuciosa" Os avanços...

Farol de Santa Marta terá tour guiado com acesso ao topo de 17 a 23 de junho

Dos dias 17 a 23 de junho, das 9h...

Prazo para alistamento acaba em 15 dias

empo de permanência na Marinha, Exército ou Aeronáutica é...

Drogas são apreendidas em barreira policial no Farol de Santa Marta

A ação foi realizada durante barreira policial montada na...

Notícias Relacionadas