Saiba o que é o Transtorno Afetivo Sazonal e por que incidência no inverno é maior

Condição conhecida como “depressão sazonal” tem relação com a ausência de luz solar e diagnóstico precisa ser feito por profissional especializado em saúde mental

O inverno costuma ser uma estação de maior introspecção em comparação com as demais. O tempo mais frio, os dias mais curtos, a menor exposição ao sol e a realização de mais atividades em locais fechados do que ao ar livre acabam contribuindo para que o inverno tenha uma visão de estação mais triste, principalmente quando a comparação é com a primavera e o verão.

Porém, em alguns casos, este quadro pode ser mais do que uma simples melancolia, mas um distúrbio mais sério, conhecido como Transtorno Afetivo Sazonal (TAS), popularmente chamado de depressão sazonal. Contudo, diferenciar uma variação de humor ocasionada pela queda de temperatura do TAS pode ser uma tarefa relativamente difícil.

Depressão sazonal x tristeza sazonal

De acordo com Marina Bueno, psicóloga e cadastrada no GetNinjas, maior aplicativo para contratação de serviços do Brasil, a tristeza sazonal tem sintomas leves a moderados, que não chegam a durar mais que duas semanas, sem interferir na capacidade das pessoas de realizar suas atividades diárias. “A maior diferença entre a tristeza sazonal comum e transtornos sazonais mais sérios está na intensidade dos sintomas, além da duração e do impacto na rotina das pessoas”, explica a profissional.

Pessoas com TAS apresentam sintomas mais intensos e duradouros, que, frequentemente, chegam a durar meses. “Além de uma melancolia profunda, as pessoas com TAS também apresentam uma fadiga excessiva, alterações de sono, humor e apetite, perda de prazer e interesse na realização de atividades do dia-a-dia, dificuldade de concentração e de socialização”, detalha a psicóloga.

Esses sintomas também diferem sensivelmente de quadros depressivos tradicionais, principalmente por conta do padrão sazonal específico que seguem. Os sinais do TAS aparecem sempre em um período específico e previsível do ano, que, em geral, ocorre entre o final do outono e o início do inverno, assim como desaparecem com a mesma previsibilidade, entre os dias finais do inverno e o início da primavera.

O que mais pode causar a depressão sazonal?

A depressão sazonal pode ser desencadeada por uma série de fatores, que vão desde a baixa exposição à luz solar, passando pelo ambiente e estilo de vida adotados pelo paciente e chega até a fatores genéticos. “Variantes genéticas que afetam a regulação dos neurotransmissores e do ritmo circadiano podem aumentar a vulnerabilidade ao Transtorno Afetivo Sazonal”, pontua a profissional.

Uma rotina com alto nível de estresse, poucas horas de sono e o sedentarismo também podem ser fatores de risco para o desenvolvimento do TAS. De acordo com Marina Bueno, a interação complexa entre genética, ambiente e cultura molda a experiência individual da depressão sazonal.

Falta de luz solar agrava o quadro

Um fator que pode desencadear a depressão sazonal é a falta de exposição à luz solar, decorrente dos dias mais cinzas da estação mais fria do ano. A falta de luz solar afeta uma série de mecanismos responsáveis pela produção de hormônios, neurotransmissores e também altera o ritmo circadiano (variações biológicas que ocorrem no organismo no decorrer de um período de 24 horas).

Por ser um período mais escuro, o inverno também altera a produção de melatonina, o hormônio responsável pela regulação do sono, que tem uma produção maior. Em contrapartida, a produção de serotonina, neurotransmissor responsável pelo humor, acaba sendo menor.

“Essas alterações podem desregular o ciclo sono-vigília e contribuir para sentimentos de depressão”, defende Marina Bueno. “Compreender essa dinâmica na produção de hormônios e neurotransmissores é algo muito importante no momento de desenhar estratégias de prevenção e tratamento do Transtorno Afetivo Sazonal”, pontua.

Segundo a profissional, o tratamento deve ser sempre desenhado por um profissional de saúde mental e após o diagnóstico adequado da condição do paciente. “A combinação de fototerapia, medicação, psicoterapia, e mudanças no estilo de vida pode proporcionar um alívio significativo dos sintomas da depressão sazonal”, explica Bueno.

Prevenção e tratamento

No que diz respeito à prevenção, existem diversas medidas que podem auxiliar os pacientes, como passar mais tempo ao ar livre durante o dia, mesmo nos meses de inverno, isso pode maximizar a exposição à luz solar natural, o que ajuda a regular os padrões de sono e humor. Para quem não tem essa possibilidade, por conta da rotina de trabalho, por exemplo, uma opção pode ser a fototerapia.

“Manter uma rotina regular, incluindo horários consistentes de sono, alimentação saudável e exercício regular, também desempenha um papel importante na prevenção do Transtorno Afetivo Sazonal”, recomenda Marina Bueno. “Estratégias de gerenciamento do estresse, como práticas de relaxamento e buscar apoio social, como a psicoterapia, ou terapia ocupacional são fundamentais para promover o bem-estar emocional”, conclui a especialista.

No GetNinjas, é possível encontrar mais de 500 tipos de serviços, como psicólogos, terapeutas ocupacionais e psicanalistas, que são oferecidos por mais de 5 milhões de profissionais cadastrados na plataforma. Para mais informações sobre a contratação de serviços, baixe o aplicativo “GetNinjas: Clientes” e faça seu cadastro. Em seguida, é só escolher o tipo de serviço que deseja, e contar mais detalhes sobre a solicitação. Ao concluir o pedido, é possível acompanhar o status da solicitação em tempo real enquanto aguarda o contato de até quatro profissionais para realizar a negociação e escolher qual deles pode atender melhor a demanda.

Sobre o GetNinjas

Disponível nas plataformas digitais – Android, iOS e web, o GetNinjas é um aplicativo de serviços que conecta profissionais a potenciais clientes em todo o Brasil, listado no Novo Mercado da B3 (NINJ3). A companhia foi listada no ranking 1000 Maiores Empresas do Brasil pela IstoÉ Dinheiro em 2022 e venceu o Prêmio Consumidor Moderno, no segmento Serviços de Tecnologia 2022 e 2023. Além disso, foi listada no ranking inédito Negócios em Expansão da revista Exame e reeleita Top10 em Economia Colaborativa pelo iBest 2022. Em 2021, a empresa foi listada pela Exame Maiores e Melhores 2021 no Setor de Tecnologia, venceu o Prêmio Reclame AQUI na categoria Classificados – Serviços Gerais por dois anos consecutivos (2021/2022) e foi eleita Top3 do iBest 2021. Possui mais de 500 tipos de serviços disponíveis em todo o território brasileiro, que são realizados por 5,1 milhões de profissionais cadastrados em diversas áreas, como reformas, assistência técnica, moda e beleza, serviços domésticos, aulas e eventos, que atendem de forma presencial e remota. O GetNinjas foi fundado em 2011 e tem como CEO Leonardo Meneses à frente das operações.

 

Informações para Imprensa

Tamer Comunicação Empresarial

Ana Carolina Saito

[email protected] |

Eliane Santos

[email protected] |

Kaique Lima

[email protected] |

Últimas notícias

Depois de duas derrotas fora de casa, Tigre enfrenta o Fortaleza nessa quarta no HH

O jogo é válido pela 3ª rodada do Campeonato...

Bebê de seis meses morre ao se engasgar com leite

A guarnição do ASU-427 foi acionada para atendimento de...

Homem some durante pescaria em praia da região

Bota usada por vítima e acessórios de pesca foram...

Tubarão Futsal perde por 2 a 1 na Liga Nacional

O time se manteve com 15 pontos, faltando sete...

Desafio Rota da Baleia recebe inscrições

Quinta edição de corrida por trilhas passará por Garopaba,...

Notícias Relacionadas