Pilates é considerado melhor método para reduzir dor e incapacidade relacionados à lombalgia, diz estudo

Lombalgia afeta de 15% a 45% da população adulta em todo o mundo e é uma das principais causas de incapacidade para o trabalho

Você sofre com dor lombar crônica? Já tentou de tudo e não apresentou melhora ou ainda devido à dor evita se exercitar?

Saiba que o Pilates é o método mais eficaz para reduzir a dor e a incapacidade quando comparado a outros tipos de exercícios físicos. Esta foi a conclusão de uma meta-análise que avaliou 118 estudos clínicos que envolveram juntos 9.710 pessoas, entre 18 e 65 anos com diagnóstico de lombalgia.

De acordo com o estudo, publicado no Journal of Orthopaedic & Sports Physical Therapy, embora a maioria das intervenções com exercícios tenha trazido benefícios no controle da dor e da incapacidade na lombalgia crônica, os programas mais benéficos foram aqueles que incluíam pelo menos 1 a 2 sessões por semana de Pilates, com exercícios baseados no CORE, grupo muscular que sustenta a coluna vertebral.

O poder do Pilates para combater a lombalgia

Segundo Walkíria Brunetti, fisioterapeuta especialista em Pilates, Dores Crônicas e Saúde Postural, os benefícios do Pilates no combate à lombalgia são bem documentados e o estudo só corrobora o que ocorre na prática clínica.

“O Pilates atua nos músculos profundos, que são aqueles que ficam no interior do corpo humano. Os movimentos do Pilates trabalham, principalmente, o CORE, um grupo de 29 músculos que estabilizam a coluna e sustentam o tronco”.

“Todos os sistemas, como o ósseo, articular e muscular da região do tronco formam o centro do corpo, também chamado de powerhouse. Em conjunto, estas estruturas são responsáveis pelos diversos movimentos que realizamos no dia a dia. Um CORE fortalecido ajuda na estabilização da postura, previne e alivia dores nas costas, melhora o equilíbrio e aumenta a consciência corporal”, aponta a especialista.

Pilates é recomendado para quem tem lombalgia?

“Um ponto importante é que o Pilates reduz o medo de sentir dor, a cinesiofobia, algo muito presente em pessoas com lombalgia. Isto porque o Pilates permite a adaptação dos movimentos e da intensidade dos exercícios, sempre respeitando as limitações do paciente, como a dor, idade e capacidades físicas”, finaliza Walkíria.

Portanto, o Pilates é recomendado para quem tem lombalgia ou qualquer outro tipo de dor crônica. Para pessoas com problemas na coluna, o ideal é procurar uma clínica de fisioterapia, que tenha profissionais especializados no método Pilates.

 

Para mais informações, contatar:

Leda Sangiorgio

Assessoria de Imprensa

leda@agenciahealth.com.br

 

Agência Health

Rua Caraibas, 684, cj 31

São Paulo – Brazil

Homepage

Últimas notícias

Equipe de Tubarão brilha no Brasileiro de Karatê

Neste final de semana, a cidade de Joinville foi...

Jaraguá Futsal amassa o Corinthians e sai na frente na 1ª fase da Copa do Brasil

Na teoria, equilíbrio. Na prática, domínio total aurinegro. Em...

O Tigre realizou um treino técnico e tático na tarde desta segunda-feira

O Criciúma terá pouco tempo de preparação até entrar...

Suicídio: o preocupante aumento da taxa entre crianças e jovens e a importância de falar sobre o tema

No período de 2011 a 2022, observou-se um crescimento...

Dia dos Povos Indígenas: 6 filmes infantis sobre a importância da data

Objetivo é combater o preconceito e exigir que os...

Notícias Relacionadas