Laguna começa aplicação de vacina contra gripe

Ministério da Saúde antecipou a imunização em virtude do aumento de casos de doenças respiratórias em todo o país. Na primeira etapa, a vacina será destinada apenas para a população dos grupos prioritários, com meta de alcançar cobertura de até 90% até o dia 31 de maio

Ontem sexta-feira, 22, Laguna iniciou os trabalhos de imunização contra a gripe após o governo estadual antecipar a distribuição das doses para começar os trabalhos mais cedo em 2024. O dia D de mobilização catarinense está previsto para ocorrer em 13 de abril. Confira abaixo os horários de cada unidade.

O Ministério da Saúde antecipou a imunização em virtude do aumento de casos de doenças respiratórias em todo o país. Na primeira etapa, a vacina será destinada apenas para a população dos grupos prioritários, com meta de alcançar cobertura de até 90% até o dia 31 de maio.

A vacina é a trivalente, que protege contra os principais vírus influenza em circulação no Brasil: influenza A (H1N1 e H3N2) e o B. Em nota, a secretaria estadual lembrou que a dose não causa gripe e pode ser aplicada simultaneamente com outros imunizantes do Calendário Nacional de Vacinação. Crianças que vão receber a vacina pela primeira vez devem tomar duas doses, com um intervalo de 30 dias.

Locais de vacinação em Laguna

  • das 8h às 11h e das 13h às 16h (segunda a sexta): Cabeçuda, Portinho, Esperança, Progresso, Campo de Fora, Passagem da Barra e Mar Grosso.
  • das 13h às 16h (quinta e sexta apenas): Caputera
  • das 13h às 16h (5 de abril, sexta): Estreito

Grupos prioritários

  • Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias);
  • Trabalhadores da saúde;
  • Gestantes e puérperas (mães até 45 após o parto);
  • Professores do ensino básico e superior;
  • Povos indígenas e quilombolas;
  • Idosos com 60 anos ou mais de idade, sendo que os com 80 anos ou mais, que sejam acamados, serão vacinados em suas respectivas residências.
  • Pessoas em situação de rua;
  • Profissionais das Forças de Segurança e Salvamento;
  • Profissionais das Forças Armadas;
  • Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentemente da idade;
  • Pessoas com deficiência permanente;
  • Caminhoneiros;
  • Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso;
  • Trabalhadores Portuários;
  • População privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

Últimas notícias

Comitiva de Imbituba está na maior feria de turismo da América Latina

Imbituba está representada por um grupo dirigido pela Secretaria...

Mutirão da campanha Castração é a Solução realiza 267 procedimentos no final de semana em Criciúma

Iniciativa tem como objetivo reduzir a quantidade de animais...

PM resgata cães e gatos em situação de maus-tratos em Treviso

Na manhã de segunda-feira, 15, a Polícia Militar de...

Juventus recebe R$ 1,5 milhão de emenda parlamentar para investir na base

O Juventus ganhou mais uma ajuda para o fortalecimento...

CBF afasta três árbitros após a 1ª rodada do Brasileirão

As polêmicas logo na primeira rodada do Campeonato Brasileiro...

Notícias Relacionadas