Atividade física no calor: quais os principais cuidados

Confira algumas orientações do professor de Educação Física da UniSociesc Lucas Voltolini

Com o calor acima da média deste verão é preciso ficar atento na hora de praticar atividade física. Um dos efeitos que o calor extremo provoca no organismo é a vasodilatação, que diminui a pressão arterial e a capacidade de levar e receber nutrientes necessários às células, especialmente as musculares, recrutadas durante o exercício.

“Se nos dias muito quentes a pessoa insistir em fazer os mesmos movimentos que está acostumada em outros períodos buscando o mesmo desempenho, ela poderá sentir fraqueza, náusea, dores de cabeça e chegar até o desmaio de fato”, alerta o professor de Educação Física da UniSociesc, Lucas Voltolini. E no caso de qualquer um destes sintomas, a orientação é interromper a atividade física imediatamente.

Segundo o professor, mesmo quem já está acostumado com a prática de atividade física em ambientes abertos e se hidrata muito bem – lembrando que a indicação básica é o consumo de 35mls por quilo de peso, mas em dias quentes essa necessidade de água aumenta bastante -, pode sentir algum desconforto em função do calor excessivo que estamos vivenciando.

“Se a pessoa está acostumada a correr no final da tarde, por exemplo, talvez neste período seja melhor fazer a atividade de noite ou bem cedo pela manhã, aproveitando os horários mais frescos do dia. Se a pessoa está iniciando a atividade física, é melhor evitar os exercícios ao ar livre e preferir uma academia com a temperatura controlada”, explica.

“Quando iniciamos um exercício, o corpo começa a transpirar. A sudorese é um processo de autorregulação que busca refrescar o corpo. Mas quanto mais transpiração, mais perda de líquido também. E nos dias quentes este processo fica mais intenso. Por isso, o cuidado com a hidratação adequada é fundamental para o rendimento de qualquer treinamento e para o bem-estar geral da pessoa”, ressalta Lucas.

Confira os principais cuidados:

Hidratação

Beba bastante água antes, durante e após o exercício para evitar a desidratação. Evite bebidas que contenham cafeína ou álcool, pois podem aumentar a desidratação.

Roupas apropriadas

Use roupas leves, de tecidos que permitam a evaporação do suor, ajudando na regulação da temperatura corporal. Opte por cores claras, que refletem a luz solar em vez de absorvê-la.

Proteção solar

Aplique protetor solar antes de se exercitar ao ar livre para prevenir queimaduras solares. Use bonés, viseiras ou roupas que protejam partes expostas do corpo.

Horários adequados

Evite exercícios intensos nos horários mais quentes do dia. Opte por treinar de manhã cedo ou à noite, quando as temperaturas são mais amenas.

Adapte a intensidade

Reduza a intensidade do exercício em condições de calor extremo. Dê tempo ao seu corpo para se adaptar gradualmente ao ambiente mais quente.

Condições médicas

Consulte um profissional de saúde antes de iniciar um novo programa de exercícios, especialmente se tiver condições médicas preexistentes.

Escute o corpo

Esteja atento aos sinais de superaquecimento, como tonturas, náuseas, fraqueza ou confusão. Pare o exercício imediatamente se sentir algum desses sintomas e procure um local mais fresco.

Treinamento progressivo

Aclimatize-se gradualmente ao ambiente quente, aumentando progressivamente a duração e a intensidade do exercício. Faça pausas frequentes para descanso e reidratação durante o exercício.

Ambiente controlado

Se possível, opte por ambientes climatizados ou locais com sombra durante o exercício. Lembre-se de que cada pessoa é única, e a capacidade de lidar com o calor pode variar. É fundamental prestar atenção aos sinais do corpo e ajustar a prática de exercícios conforme necessário para garantir a segurança e o desfrute da atividade física.

 

Fonte da informação:

Relacionamento com a imprensa UniSociesc – www.unisociesc.com.br

Mem Comunicação – www.memcomunicacao.com.br

Genara Rigotti  – redacao03memcomunicacao@gmail.com

Marlise Groth Mem – marliseassessoria@gmail.com

João Alécio Mem  – joaoalecioassessoria@gmail.com

Graziela Lindner – grazielalindner@gmail.com

Jornalismo/ Assessoria de Imprensa / Consultoria em Comunicação e Eventos

Últimas notícias

Síndrome da fadiga crônica atinge mais mulheres e quem teve Covid ou dengue

No Brasil, o Ministério da Saúde não tem dados...

Equipe de Tubarão brilha no Brasileiro de Karatê

Neste final de semana, a cidade de Joinville foi...

Jaraguá Futsal amassa o Corinthians e sai na frente na 1ª fase da Copa do Brasil

Na teoria, equilíbrio. Na prática, domínio total aurinegro. Em...

O Tigre realizou um treino técnico e tático na tarde desta segunda-feira

O Criciúma terá pouco tempo de preparação até entrar...

Suicídio: o preocupante aumento da taxa entre crianças e jovens e a importância de falar sobre o tema

No período de 2011 a 2022, observou-se um crescimento...

Notícias Relacionadas